quinta-feira, janeiro 18, 2018

Cantares dos Búzios - Poema de Afonso Lopes Vieira




Ai ondas do mar, ai ondas,
ó jardins das alvas flores,
sobre vós, ondas, ai ondas,
suspiram os meus amores.

No fundo dos búzios canta
o mar que chora a cantar
ó mar que choras cantando,
eu canto e estou a chorar!

Ai ondas do mar, ai ondas,
eu bem vos quero lembrar:
«a minha alma é só de Deus
e o meu corpo da água do mar!»


Afonso Lopes Vieira

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo