segunda-feira, novembro 21, 2016

Efêmero


“Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é efêmera, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes.”
 


Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda em botão. Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranquilas, vividas, se entregam ao vento.



Mas nos não sabemos adivinhar. Nós não sabemos por quanto tempo estará enfeitando esse Éden nem mesmo em relação áquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros.
Nos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos. Perdemos dias, às vezes anos.


Nós calamos quando deveríamos falar; falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio. Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação. Não damos um beijo carinhoso “porque não estamos acostumados com isso” e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos.




E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente. Cobramos. Dos outros. Da vida. De nós mesmos. Nos consumimos.
Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente. E se experimentássemos comparar com aqueles que possuem menos?

Isso faria uma grande diferença!


E o tempo passa...
Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa.
Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás. E então nos perguntamos: e agora?!
Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos.



Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.


 
Não olhe para trás. O que passou, passou. O que perdemos, perdemos.
Olhe para frente!

Letícia Thompson

quinta-feira, novembro 10, 2016

Pôr do Sol em pensamentos




"Não fique triste quando ninguém notar o que fez de bom Afinal... O sol faz um enorme espectáculo ao nascer, e mesmo assim, a maioria de nós continua dormindo." (Charles Chaplin)



"Seja humilde, pois, até o sol com toda sua grandeza se põe e deixa a lua brilhar." (Bob Marley)




"Se você não acorda cedo, nunca conseguirá ver o sol nascendo. Se você não reza, embora Deus esteja sempre perto, você nunca conseguirá notar sua presença." (Paulo Coelho)




"O sol é para as flores o que os sorrisos são para a humanidade." (Joseph_Addison)




"Até que o sol não brilhe, acendamos uma vela na escuridão." (Confúcio)




'' ... Volte seu rosto sempre em direcção ao sol e então as sombras ficarão para trás ... ''(Provérbio Chinês)




"Por mais longa e escura que seja a noite o sol volta sempre a brilhar." (F. A Fracasso)

sexta-feira, novembro 04, 2016

Oração de Agradecimento


Senhor Deus, dono do tempo e da eternidade,
Teu é o hoje e o amanhã, o passado e o futuro.
Ao acabar mais um dia, quero-Te dizer obrigado por tudo aquilo que recebi de Ti.

Obrigado pela vida e pelo amor, pelas flores, pelo ar e pelo sol, pela alegria e pela dor, pelo que foi possível e pelo que não foi.

Ofereço-te tudo o que fiz, o trabalho que pude realizar, as coisas que passaram pelas minhas mãos e o que com elas pude construir.
Apresento-te as pessoas amigas, as novas amizades e os antigos amores.
Os que estão perto de mim e aqueles que pude ajudar, as com quem compartilhei a vida, o trabalho, a dor e a alegria.
Mas também, Senhor, hoje quero-Te pedir perdão. Perdão pelo tempo perdido, pelo dinheiro mal gasto, pela palavra inútil e o amor desperdiçado.
Perdão pelas obras vazias e pelo trabalho mal feito, perdão por viver sem entusiasmo.
Novamente te peço perdão por todos os meus esquecimentos, descuidos e silêncios.
Que os próximos dias sejam sempre abençoados.
Páro a minha vida diante do calendário e te apresento os meus dias, que somente Tu sabes se chegarei a vivê-los.
Hoje te peço para mim, para os meus parentes e amigos, a paz e a alegria, a fortaleza e a prudência, a lucidez e a sabedoria.
Quero viver cada dia com otimismo e bondade, levando a toda a parte um coração cheio de compreensão e paz.
Fecha os meus ouvidos a toda a falsidade e os meus lábios a palavras mentirosas, egoístas ou que magoem.
Abre sim, meu ser a tudo o que é bom.
Que o meu espírito seja repleto somente de bênçãos para que as derrame por onde passar.
Glória ao Pai, ao Filho, e ao Espírito Santo.
Como era no princípio agora é sempre
Ámen.


Fonte: Internet
Topo