terça-feira, março 21, 2017

Da Gente que eu Gosto - Mario Benedetti

Eu gosto de gente que vibra, que não tem de ser empurrada, que não precisa que se lhe diga que faça as coisas, mas que sabe o que tem que fazer. E faz. Gente que cultiva seus sonhos até que esses sonhos se apoderam de sua própria realidade.


Gosto de gente com capacidade para assumir as consequências das suas acções, de gente que arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, que se permite abandonar os conselhos sensatos, deixando as soluções nas mãos de Deus.
Gosto de gente que é justa com sua gente e consigo mesma, de gente que agradece o novo dia, as coisas boas que existem em sua vida, que vive cada hora com ânimo, dando o melhor de si, agradecida por estar viva, por poder distribuir sorrisos, de oferecer suas mãos e ajudar generosamente sem esperar nada em troca.


Gosto de gente capaz de me criticar construtivamente e de frente, mas sem me lastimar ou me ferir. De gente que tem tacto.
Gosto de gente que possui sentido de justiça.
A estes chamo de meus amigos.




Gosto de gente que sabe a importância da alegria e a pratica. De gente que por meio de piadas nos ensina a conceber a vida com humor. De gente que nunca deixa de ser animada. Gosto de gente que nos contagia com sua energia.


Gosto de gente sincera e franca, capaz de se opor com argumentos razoáveis a qualquer decisão.
Gosto de gente fiel e persistente, que não descansa quando se trata de alcançar objectivos e ideias.


Me encanta a gente com critérios, que não se envergonha em reconhecer que se equivocou ou que não sabe algo. De gente que, ao aceitar seus erros, se esforça genuinamente por não voltar a cometê-los. De gente que luta contra adversidades. Gosto de gente que busca soluções.


Gosto de gente que pensa e medita internamente. De gente que valoriza seus semelhantes, não por um estereotipo social, nem como se apresentam. De gente que não julga, nem deixa que outros julguem. Gosto de gente que tem personalidade.


Me encanta a gente que é capaz de entender que o maior erro do ser humano é tentar arrancar da cabeça aquilo que não sai do coração.


A sensibilidade, a coragem, a solidariedade, a bondade, o respeito, a tranquilidade, os valores, a alegria, a humildade, a fé, a felicidade, o tato, a confiança, a esperança, o agradecimento, a sabedoria, os sonhos, o arrependimento, e o amor para com os demais e consigo próprio são coisas fundamentais para se chamar GENTE.


Com gente como essa, me comprometo, para o que seja, pelo resto de minha vida... já que, por tê-los junto de mim, me dou por bem retribuído.

OBRIGADO POR SER PARTE DESSA GENTE !



Impossível ganhar sem saber perder.
Impossível andar sem saber cair. Impossível acertar sem saber errar. Impossível viver sem saber reviver.

A glória não consiste em não cair nunca, mas em levantar-se todas as vezes que seja necessário.

E ISSO É ALGO QUE MUITO POUCA GENTE TEM O PRIVILÉGIO DE PODER EXPERIMENTAR.


Bem aventurados aqueles que já conseguiram receber com a mesma naturalidade o ganhar e o perder, o acerto e o erro, o triunfo e a derrota... "Mario Benedetti"

quarta-feira, março 15, 2017

Comboio da vida



Hoje vamos fazer uma viagem de comboio por paisagens lindas do Alasca e refletir um pouco, sobre a melhor maneira de estarmos bem connosco e com a vida. Quando nascemos o comboio da vida parte da estação, e temos de apreciar cada momento da viagem, não vamos apenas dormitar no banco ao longo do percurso, à espera de chegarmos ao nosso destino, vamos sim ,VIVER cada momento com intensidade, alegria, por vezes tristeza e dor, mas acima de tudo vamos APRECIAR essa viagem magnifica que a VIDA nos ofereceu.


"Quando você nasceu, você chorou e o mundo alegrou. Viva a sua vida de forma que quando você morrer, o mundo chore e você se alegre." (Autor desconhecido)



"O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada, Caminhando e semeando, no fim terás o que colher." (Cora Coralina)



"Todos estamos matriculados na escola da vida, onde o mestre é o tempo." (Cora Coralina)


"O mais importante da vida não é a situação em que estamos, mas a direcção para a qual nos movemos." (Oliver Wendell Holmes)


"O que você deixa para trás não é o que é gravado em monumentos de pedra, mas o que é tecido nas vidas de outros." (Péricles)


"Um homem não pode fazer o certo numa área da vida, enquanto está ocupado em fazer o errado em outra. A vida é um todo indivisível." (Mahatma Gandhi)



"A vida é mais simples do que a gente pensa; basta aceitar o impossível, dispensar o indispensável e suportar o intolerável." (Kathleen Norris)


"Eu estou sempre renascendo. Cada nova manhã é o momento de recomeçar a viver. Há 80 anos eu começo meu dia da mesma maneira - e isso não significa uma rotina mecânica, mas sim algo essencial para a minha felicidade." (Pablo Casals)


"Não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida." (Autor desconhecido)



"Não acrescente dias a sua vida, mas vida aos seus dias." (Harry Benjamin)


"Uma das melhores coisas na vida são as maravilhosas surpresas que nos reserva." (Marlo Thomas)


"Não podemos escolher como vamos morrer. Ou quando. Podemos somente decidir como vamos viver." (Joan Baez)


"E no final das contas não são os anos em sua vida que contam. É a vida nos seus anos." (Abraham Lincoln)



"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos." (Charles Chaplin)

domingo, março 12, 2017

Pássaro ou Árvore





Há momentos na vida em que somos pássaros.
Queremos voar, mas nossas asas são curtas e não nos permitem chegar além do horizonte.
O que podemos está sempre aquém do que desejamos.

Há momentos na vida em que temos longas asas. Podemos alçar extensos vôos, mas nossos limites são determinados pelo peso das bagagens que a vida nos dá.
São malas que atendem por diversos nomes: Bom senso, juízo, medo.
Há os que se livram de seu peso e conseguem voar muito alto.
Alguns atingem destinos fantásticos; muitos conhecem o sabor do desastre.

Mas há momentos na vida em que deixamos de voar. É quando nos tornamos árvores, quando nos percebemos enraizados a terra, presos no espaço e no tempo.
Não nos damos conta desta mudança, que nos tira as asas e nos empresta galhos e ramos. Apenas descobrimos que somos assim.
Mas quando deixamos de procurar a luz, ou desistimos de cavar em busca de energia, paramos de crescer. Mas não há árvores assim.
As árvores perseguem seu destino, que é crescer e se alimentar.
Assim como há pássaros que só buscam voar.

Saber o momento do vôo ou o instante de se enraizar é a grande sabedoria humana.
Saber viver intensamente o momento de polinizar as flores, ou o momento de deixar ao vento e a chuva que espalhem nossas sementes, eis o destino da vida.

Se você é pássaro, voe em busca de seu sonho.
Se você se descobriu árvore, cresça o mais alto que puder e deixe a terra cuidar de suas sementes.

Texto: Autor desconhecido


Topo