sexta-feira, janeiro 19, 2018

Fio - Poema de Cecília Meireles




No fio da respiração,
rola a minha vida monótona,
rola o peso do meu coração.

Tu não vês o jogo perdendo-se
como as palavras de uma canção.

Passas longe, entre nuvens rápidas,
com tantas estrelas na mão...

 Para que serve o fio trémulo
em que rola o meu coração?



Cecília Meireles


Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo