quinta-feira, janeiro 18, 2018

Fantasiar a Vida - Poema de Caio Amaral



Às vezes é preciso...
Destravar as portas,
abrir todas as janelas,
e deixar o vento entrar

Às vezes é preciso...
Decolar num papagaio de papel
e assistir a terra de luneta!

Às vezes é preciso...
Comer pipoca sentado(a) na lua
e escorregar pelas pontas das estrelas

Às vezes é preciso...
Dançar no ventre dos planetas
e sonhar em outras galáxias

Às vezes é preciso...
Rir com os desenhos formados nas nuvens
e dar boas risadas com as bobagens criadas

Algumas vezes é preciso:
Ficar só...Com papel, caneta ou lápis de cor
Anotar os erros acometidos,
colorir o coração
e pintar de verde os sucessos obtidos

Algumas vezes também é preciso...
Colocar mais sol na vida
e mais alegria no viver

Sempre é preciso...
Desatar os cintos da insegurança
E não se esquecer dos sonhos

Sempre é preciso...
Nadar na onda da felicidade,
e viver com a paz no coração!

Caio Amaral

 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo