quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Gota de Água - Poema de António Gedeão





Eu, quando choro,
não choro eu.
Choro aquilo que nos homens
em todo o tempo sofreu.
As lágrimas são as minhas
mas o choro não é meu.


António Gedeão






Sem comentários:

Publicar um comentário

Topo