domingo, janeiro 21, 2018

Entre o Pássaro e o azul - Poema de Lupe Cotrim





Verde, vermelho, azul e novamente
verde. A cor é um murmúrio da paisagem.
Na forma mais subtil de cada imagem
a terra é sempre a mesma e diferente.
Entre o pássaro e o azul a circunstância
é o rumor de asas. Entre folha e vento
a nuance é o voo. Entre o céu e o mar intenso
o mar é apenas líquida distância.

Em som e cor o mundo nos penetra
e sendo humano é um só. Para que habite
em tudo a voz profunda que interpreta

surge a palavra em densas sutilezas
composta a desdobrada sem limites
como se inventa em si a natureza.


Lupe Cotrim, in “Encontro”



Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo