sábado, 20 de janeiro de 2018

Búzio - Poema de Federico Garcia Lorca





Trouxeram-me um búzio.

Dentro dele canta
um mar de mapa.
Meu coração enche-se de água
com peixinhos
de sombra e prata.

Trouxeram-me um búzio.


Federico Garcia Lorca


Sem comentários:

Publicar um comentário

Topo