quinta-feira, janeiro 18, 2018

As Rosas do Tempo - Carlos Drummond de Andrade





Admirável espírito dos moços,
a vida te pertence. Os alvoroços,

as iras e entusiasmos que cultivas
são as rosas do tempo, inquietas, vivas.

Erra e procura e sofre e indaga e ama,
que nas cinzas do amor perdura a flama.



Carlos Drummond de Andrade


Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo