segunda-feira, janeiro 15, 2018

Apenas uma bela Filosofia




Ao acompanhar tão de perto, o envelhecimento dos meus pais, dou-me conta de como cada um de nós tem uma forma muito própria de aceitar ou não, as limitações que vêm com a idade. Não à regras para envelhecermos em paz connosco próprios, o principal é aceitarmos o evoluir natural dos anos que vão passando e manter sempre o espirito aberto a novos conhecimentos, o nosso cerebro activo,  e se não podemos correr, então avançamos devagarinho, mas acima de tudo tentemos viver intensamente cada momento que passa.


Aqui fica para todos os que me visitam mais uma mensagem que recebi por email.

"Sabias que a única época da vida em que gostamos de ficar velhos é quando somos crianças? Se tens menos de 10 anos, estás tão entusiasmado em envelhecer que pensas em fracções.

“Quantos anos tens? Tenho quatro e meio!”
Tu nunca terás trinta e seis e meio. Tens quatro e meio, quase cinco! Esta é a chave!



Quando chegas à adolescência, ninguém mais te segura. Saltas para um número próximo, ou mesmo alguns à frente.
‘Quantos anos tens?'
‘Vou fazer 16!'
Podes ter 13, mas… “vou fazer 16”!
E, então, o maior dia da tua vida ...
Completaste 21.
Até as palavras soam como uma cerimónia.


Mas, então, chegas aos 30. Oh,
que aconteceu?
Isso faz-te parecer leite estragado! Fica azedo, temos que o deitar fora. Não tem mais graça, agora é apenas um bolo azedo. O que está errado? O que mudou?



COMPLETAS 21, ATINGES 30, aí estás ‘A EMPURRAR' 40. Putz! Trava, está tudo a derrapar! Antes que te dês conta, CHEGAS aos 50 e os teus sonhos foram-se·
Mas, espera!
FIZESTE 60.
Nem sequer pensaste que conseguirias!


Assim, COMPLETAS 21, ‘TORNAS-TE' 30, 'EMPURRAS' os 40, CHEGAS aos 50 e ALCANÇAS os 60.
Atingiste tal velocidade que bates nos 70!
Depois disso, é um dia após o outro…



Conseguiste chegar aos 80 e cada dia é um ciclo completo: alcançaste o almoço; passaste as 4:30 ; chegaste à hora de deitar.
E não acaba nos 90, começas então a voltar atrás:
‘Eu tinha exactamente 92 anos...'


Aí, acontece uma coisa estranha. Se passares dos 100, tornas-te criança outra vez. 'Eu tenho 100 e meio. Que todos vós chegueis a uns saudáveis 100 e meio!’


George Carlin, aos 102 anos.

Assim, COMO PERMANECER JOVEM

1. Livra-te de todos os números não-essenciais . Isso inclui idade, peso e altura. Deixa os médicos preocuparem-se com eles. É para isso que lhes pagas.

2. Conserva só os amigos alegres.
Os pessimistas deprimem-te.

3. Continua a aprender.
Aprende mais sobre computadores, arte, jardinagem, seja o que for, até radioamadorismo. Nunca deixes o cérebro inactivo. Trabalha, estuda.'Uma mente inactiva é a oficina do diabo. E o nome de família do diabo é ALZHEIMER.

4. Aprecia as coisas simples.

5. Ri-te sempre,muito e alto Ri até perder o fôlego .


6. Lágrimas, acontecem. Suporta, queixa-te, mas continua.  As únicas pessoas que estão connosco a vida inteira somos nós mesmos. Mostra estares VIVO enquanto estiveres vivo.

7. Rodeia-te daquilo que amas, seja família, animais de estimação, colecções, música, plantas, hobbies, seja o que for. O Teu lar é o teu refúgio.

8.Cuida da tua saúde:
se estiver boa, preserva-a. Se estiver instável, melhora-a. Se estiver além do que podes fazer, pede ajuda.

9. Não faças viagens à culpa.
Viaja para o shopping, mesmo para o concelho mais próximo; para um país estrangeiro, mas não para onde a culpa está.

10. Diz às pessoas que as amas, sempre que puderes.


E LEMBRA-TE SEMPRE: A vida não se mede pelo número de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram o fôlego.



Todos nós temos que viver a vida ao máximo a cada dia!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo