terça-feira, março 06, 2018

Creio - Poema de Natália Correia





Creio nos anjos que andam pelo mundo,
Creio na deusa com olhos de diamantes,
Creio em amores lunares com piano ao fundo,
Creio nas lendas, nas fadas, nos atlantes;

Creio num engenho que falta mais fecundo
De harmonizar as partes dissonantes,
Creio que tudo é eterno num segundo,
Creio num céu futuro que houve dantes,

Creio nos deuses de um astral mais puro,
Na flor humilde que se encosta ao muro,
Creio na carne que enfeitiça o além,

Creio no incrível, nas coisas assombrosas,
Na ocupação do mundo pelas rosas,
Creio que o amor tem asas de ouro. amém.


Natália Correia


4 comentários:

  1. Me fascina tu claridad de alma
    abrazos desde Miami

    ResponderEliminar
  2. como é bom crer como tu cres, pois a simplicidade e a inocência é que nos leva á abertura da consciência.

    ResponderEliminar
  3. https://poemasdaminhalma.blogspot.pt/
    Olá, Boa noite Maria!
    Excelente poema, eu também creio que os anjos andam pelo mundo. Quem dera que mais viessem... que guerra acabasse e que chacina não houvesse. Obrigada Maria
    Uma santa noite de descanso.
    Beijinhos Maria.
    Luisa Fernandes

    ResponderEliminar
  4. Tudo nesse poema me fascinou, sobretudo o "creio que tudo é eterno num segundo", concordo plenamente com a poetisa.
    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar

Topo