domingo, 27 de dezembro de 2020

Tu és a Esperança - Poema de Eugénio de Andrade




Tu és a esperança, a madrugada.
Nasceste nas tardes de setembro
quando a luz é perfeita e mais doirada,
e há uma fonte crescendo no silêncio
da boca mais sombria e mais fechada.

Para ti criei palavras sem sentido,
inventei brumas, lagos densos,
e deixei no ar braços suspensos
ao encontro da luz que anda contigo.

Tu és a esperança onde deponho
meus versos que não podem ser mais nada.
Esperança minha, onde meus olhos bebem
fundo, como quem bebe a madrugada.


Eugénio de Andrade,
In: 'As Mãos e os Frutos'



5 comentários:

  1. Um poema lindo demais! Amei ...Obrigada pela partilha:))
    .
    Nesta época, de amargo, e doce sentimento
    .
    Beijo. Abraço, e continuação de Boas Festas, com muita saúde.

    ResponderEliminar
  2. Olá Maria
    Que bonito isso
    Esperança!!
    Feliz 2021 para você, sua família e seus amigos...
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Paso a saludarte y desearte un Feliz y Prospero Año 2021.
    Un fuerte abrazo María.
    ¡Feliz Año Nuevo!

    ResponderEliminar
  4. Maria ,
    Belíssimo poema .
    Passo para lhe desejar um ano novo com muita saúde e esperança .
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. La esperanza renace cada amanecer
    es una sentir que se renueva en el amor divino...
    florece como rosa en un jardín...así debe ser cada día...

    ResponderEliminar

Topo