sábado, março 16, 2019

Amor Perfeito - Poema de Cecília Meireles



O tempo seca a beleza.
Seca o amor, seca as palavras.
Deixa tudo solto, leve
Desunido para sempre
Como as areias nas águas.

O tempo seca a saudade
Seca as lembranças e as lágrimas 
Deixa algum retrato apenas.
Vagando seco e vazio
Como estas conchas da praia.

O tempo seca o desejo e suas velhas batalhas
Seca o frágio arabesco, vestígio do musgo humano,
Na densa turfa mortuária.

Esperarei pelo tempo
Com suas conquistas áridas.
Esperarei que te seque 
Não na terra,Amor perfeito 
 num tempo depois das almas.


Cecília Meireles
                  
               



6 comentários:

  1. E tudo o tempo levou...
    Leva. Porque nada permanece no tempo, que fique a saudade na memória da beleza extrema das flores. Do amor-perfeito
    Perfeito! Adorei
    Beijinho, Maria

    ResponderEliminar
  2. Boa escolha do poema! AMEI!

    Beijos-Boa noite!

    ResponderEliminar
  3. Beautiful flowers and picture, Maria !

    ResponderEliminar
  4. Olá querida Maria!
    Um belo poema, de Cecília Meireles, pena que é a realidade...
    o tempo tudo seca, fica apenas a saudade e que amor perfeito permaneça!
    Gostei muitíssimo amiga.
    Beijinho e uma boa noite.
    Pode ver" O Dia Da Poesia"
    Luisa

    ResponderEliminar
  5. O Amor-Perfeito é perfeito
    Como perfeito é o Amor.
    Não se compara este jeito
    Com outro jeito melhor.


    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde, Lindas flores as cores são maravilhosas, o poema da Cecília Meireles é um amor perfeito.
    AG

    ResponderEliminar

Topo