segunda-feira, outubro 26, 2015

Apreciando Ipês com Pensamentos de Victor Hugo


As flores do ipê são mais uma das grandes maravilhas que a natureza nos oferece, para encantar o nosso olhar e tornar o nosso caminho mais alegre e colorido.
"A natureza é grande nas coisas grandes e grandíssima nas pequeninas" (Saint-Pierre)



O nome ipê, de origem Tupi, significa árvore de casca grossa. Existem várias espécies, com flores de várias cores, roxas, brancas, rosa ou amarelas, que florescem também em diferentes alturas do ano.

O ipê amarelo foi considerada a flor-símbolo do Brasil, pela sua beleza.



São árvores extremamente ornamentais, não somente pelo exuberante florescimento que pode ocorrer mais de uma vez por ano, mas também pela sua folhagem.


As magníficas flores dos ipês ajudam a colorir qualquer local onde estejam, elas tornam um simples caminho, numa rua mágica, pela exuberância, pureza e delicadeza das suas flores.


Vamos divagando pela beleza dos Ipês acompanhados por pensamentos de Victor Hugo


Há pensamentos que são orações. Há momentos nos quais, seja qual for a posição do corpo, a alma está de joelhos.



Sede como os pássaros que, ao pousarem um instante sobre ramos muito leves, sentem-nos ceder, mas cantam! Eles sabem que possuem asas.



Não há nada como o sonho para criar o futuro. Utopia hoje, carne e osso amanhã.



O Inverno cobre minha cabeça, mas uma eterna primavera vive em meu coração.

É triste pensar que a natureza fala e que o género humano não a ouve.



Nada se assemelha à alma como a abelha. Esta voa de flor para flor, aquela de estrela para estrela. A abelha traz o mel, como a alma traz a luz.




A mente se enriquece com aquilo que recebe, o coração com aquilo que dá.

Fontes e Fotos: Net

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo